Festa de aniversário da Bilica!!!

Vem aí a Tradicional Festa de Aniversário da Bilica!
Será no dia 14 de setembro, às 15h, na Bilica!
Venha com toda a família! Terá Boi de mamão, lançamento de livro, música, teatro… Traga um prato de comida ou uma bebida e faça parte da festa!

E no dia 18/09 teremos mais uma roda de conversa! Participe!

Clube de Xadrez na Bilica

Muitas atividades na Bilica!

A partir do dia 15 de agosto teremos mais um horário de Teatro para crianças: 9:30 às 11:30, quintas-feiras, para crianças de 8 a 12 anos de idade. Veja as informações no cartaz!

O próximo encontro do Clube de Xadrez na Bilica acontecerá no dia 17 de agosto de 2019! Venha!!!

E dia 20 de agosto teremos uma Roda de Conversa sobre o livro “Ideias para adiar o fim do mundo”. Participe!

Segundo encontro do Clube de Xadrez na Bilica!

Dia 06 de julho de 2019 aconteceu o segundo encontro do Clube de Xadrez na Bilica! A ação é uma parceria com o Projeto Brincantes do Colégio de Aplicação da UFSC, com a Escola Estadual Januária T. da Rocha, do Campeche, e com o professor e enxadrista Marcelo Juvenal.

Se você tem interesse em participar do Clube, venha para o próximo encontro! Será no dia 17 de agosto de 2019, na Bilica!

Aqui algumas fotos do segundo encontro:

Primeiro encontro do Clube de Xadrez na Bilica!

No dia 15 de junho de 2019 aconteceu o primeiro encontro do Clube de Xadrez na Bilica. E foi lindo! A ação é uma parceria da Bilica com o Projeto Brincantes do Colégio de Aplicação da UFSC, com a Escola Estadual Januária T. da Rocha, do Campeche, e com o professor e enxadrista Marcelo Juvenal.

Além da participação das crianças, tivemos a presença dos pais, que acompanharam toda a atividade e aproveitaram para conhecer a Bilica.

Se você tem interesse em participar do Clube, venha para o próximo encontro! Será no dia 6 de julho de 2019, das 14:00 às 15h30, na Bilica!

Aqui algumas fotos do primeiro encontro:

Bilica realiza oficina com educadoras

No dia 06 de outubro os integrantes da Trupitan, Dimi Camorlinga e Esha Prem retornaram a Escola Estadual Januária Teixeira da Rocha, no Campeche para realizar atividades com as educadoras da escola. A oficina  “O brinquedo e o brincar: construindo a brincadeira”  buscou estimular o estado do brincar no ensino da construção de brinquedos artesanais e de brincadeiras que facilmente poderão ser realizadas em sala de aula juntos aos  alunos e alunas.

A oficina foi dividia em dois momentos:  o primeiro a partir da construção da boneca Abayomi e da mandala Olho de Deus, demonstrou a importância da manipulação de materiais simples para a criação e expressão artísticas, bem como o desenvolvimento da coordenação motora fina.  A segunda parte da oficina buscou o resgate de brincadeiras cantadas e dançadas que fazem parte da
cultura popular e da infância, como a ciranda de roda e o cacuriá.

Confira as fotos:

Fotos: Renna Costa

Trupitan leva histórias afro-ameríndias para a escola

No dia 03 de outubro a Trupitan visitou a Escola Januária Teixeira da Rocha para apresentar histórias, brinquedos e brincadeiras, das culturas afro-indígenas brasileiras. A ação envolveu um espetáculo de contação de histórias, brincadeiras cantadas e confecção de brinquedos, entrelaçando contar, fazer e brincar. Transitando por este universo cultural, o grupo convidou as crianças à embarcarem e navegarem juntos por três estações.

Na primeira estação foi apresentando a contação de histórias KAUANA – guardião dos segredos: cantos e contos afro-indígenas. No trabalho são narrados mitos e histórias da tradição oral, em que os  brincantes recriam um clima de festa popular, apresentadas com cantos e músicas executadas ao vivo.

A segunda estação foi a demonstração de confecção de um brinquedo: a boneca ABAYOMI. Apresentada a partir de breve histórico de como nasceu a esta boneca de pano de origem africana, preparando as crianças para adentrar no universo deste brinquedo. O grupo deixou na escola os materiais para que cada aluna/o confeccione em sala de aula a sua própria Abayomi com a ajuda das educadoras, apropriando-se de seu significado durante este processo.

Na última e terceira estação foram acionadas as brincadeiras cantadas. Onde as crianças puderam vivenciar uma serie de brinquedos, como o cacuriá e a ciranda de roda, de maneira festiva celebrando o encontro e a vida.

Fotos: Renna Costa

É 10! Confira como foi o aniversário da Bilica

A Biblioteca Livre do Campeche completou no ano de 2017 10 anos de (r)existência na comunidade do Campeche. Para comemorar aconteceu na tarde do sábado, 02 de setembro em uma festa para crianças, adultos e anciões do bairro.

A festa contou com as apresentações da peça “Radiofonia: Festa no Céu”, realizada pelas crianças da turma de teatro, conduzidas pelos educadores Juliana Freitas e Jhonatan Carraro ,  o grupo de boi-de-mamão Arreda-Boi da comunidade da Barra da Lagoa, e o grupo musical Gira Coro, do Campeche.

Para finalizar a comemoração um lanche coletivo para todes e os parabéns com o já tradicional bolo de abacaxi com coco.

Confira as fotos:

Fotos: Jeniffer Jacomini, Renna Costa e Tereza Franzoni

BILICA na Escola

Na próxima semana as histórias mais uma vez irão ser compartilhadas na Escola Januária Teixeira da Rocha. Desta vez quem se apresenta é a TRUPITAN com espetáculo-brincadeira KAUANA guardião dos segredos: cantos e contos afro-indígenas.

Esta atividade é uma realização do Projeto de Extensão Ceart/UDESC: Núcleos Comunitários de Cultura, ano 8.

VIRAMUNDO na Escola Januária no Campeche

No dia 30 de agosto as crianças da Escola Januária da Silveira no Campeche receberam o projeto “Viramundo” com a contação “Histórias da Nossa Gente. O responsável pelo projeto é o educador, produtor, e contador Leomir Bruch.

As sessões ocorreram no período matutino e no período vespertino, contemplando todas/os alunas/os da escola e professoras, num total de 150 espectadores.

A parceria da Bilica com a escola tem como objetivo fomentar novos leitores para a Biblioteca Comunitária, além também da formação de público.  Através do Projeto de Extensão Udesc/Ceart, Núcleos Comunitários de Cultura – ano 8.

Sinopse: Você já ouvir falar de um tal de JOÃO CINZENTO? Ou, quem sabe, conhece a fama de um tal VAQUEIRO QUE NÃO SABIA MENTIR? Cafute & Pena-de-Prata e Pedro Pedroca? Essas histórias e personagens são evocadas e nos transportam ao fantástico da cultura popular oral brasileira e do universo mágico da literatura infanto-juvenil. Nelas, os personagens nos conduzem a lestes e outros oestes do imaginário coletivo. A magia de uma viola encantada; a honestidade de um vaqueiro; a força da filha do fazendeiro; a princesa rã, personagens presentes nessas e em outras dezenas de histórias da nossa tradição oral. Repletas de encantamentos, viagens e mistérios, as narrativas que constroem o espetáculo “Histórias da nossa gente” possibilitam o resgate de nossas narrativas tradicionais e a ressignificação do imaginário popular brasileiro.

O projeto Núcleos Comunitários de Cultura, ano 08 ainda contemplará uma outra contação de histórias para as crianças desta mesma escola e uma oficina para as professoras.

Confira as fotos de Renna Costa: